Vídeo: bebê pensa que seu nome é Alexa por causa da assistente virtual da Amazon

Emily pensa que se chama Alexa
Imagem: Reprodução

As tecnologias estão tão presentes no dia-a-dia que isso pode até afetar a vida das pessoas e tornar-se um problema. É o caso de Emily, de apenas 11 meses. Por causa da assistente pessoal da Amazon, a bebê pensa que seu nome é Alexa.

As assistentes virtuais são aparelhos controlados por voz que realizam diversas funções, como tocar música, lembrar compromissos, fazer listas de compras, transmitir notícias, fazer ligações e controlar outros dispositivos de uma casa inteligente, como luzes e câmeras de segurança.

LEIA TAMBÉM:

Em um passeio com a menina, a mãe de Emily tentou chamar a atenção da filha, que estava no carrinho, chamando-a pelo nome algumas vezes, sem sucesso. Assim que ela mencionou o nome “Alexa”, a bebê virou a cabeça em direção à mãe. “Não, seu nome é Emily, não é Alexa”, corrigiu.

Assista ao vídeo do New York Post para ver o momento em que bebê pensa que seu nome é Alexa

Os pais de Emily adquiriram uma Amazon Echo quando a filha tinha apenas cinco meses de vida. Desde então, a assistente pessoal tem sido acionada pela família para diversas tarefas domésticas. Para isso, é preciso recorrer a um comando de voz: “Alexa, acenda as luzes”, por exemplo. Talvez seja a hora de a mãe de Emily considerar trocar Alexa por Siri, da Apple.