Pesquisa revela que pandemia afasta grávidas do pré-natal

Pesquisa revela que pandemia afasta grávidas do pré-natal
Imagem de TULIA COLOMBIA TORRES HURTADO por Pixabay

Por Deográcia Pinto – Brasília – Agência Brasil

Mais de 80% das mulheres grávidas temem a contaminação pelo novo coronavírus em meio à pandemia durante as consultas de pré-natal e a internação hospitalar por ocasião do parto. As informações são da Agência Brasil.

LEIA MAIS:

A intensificação dos receios das grávidas que as afastou dos consultórios médicos e do pré-natal na pandemia foi verificada em pesquisa divulgada na quarta-feira (19), e realizada pela Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

O estudo envolveu 1.575 médicos em todo o país, entre 20 de julho e 16 de agosto.

A presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria, Luciana Rodrigues Silva, diz que, de acordo com a pesquisa, os especialistas reconhecem também outro impacto indireto da pandemia da covid-19: a queda na busca pela vacinação, em decorrência do temor dos pais de irem a consultórios e postos de saúde. Luciana ressalta ainda a mudança de comportamento das crianças em idade escolar, por causa do isolamento social.

Ainda segundo a pesquisa, 73% dos pediatras brasileiros afirmaram que as crianças não estão sendo vacinadas.

A presidente da SBP recomenda que os pais cumpram o calendário de vacinação das crianças durante a pandemia e alerta sobre o risco de expansão de outras doenças.