Pressão arterial alta durante a gravidez pode significar sintomas mais intensos na menopausa

Pressão arterial alta durante a gravidez pode significar sintomas mais intensos na menopausa
Imagem de Ryan Franco por Unsplash

As mulheres com histórico de pressão arterial alta durante a gravidez podem ter sintomas mais intensos na menopausa, como ondas de calor e suores noturnos. Essa foi a conclusão do estudo liderado pela Mayo Clinic e publicado no Menopause: The Journal of the North American Menopause Society.

LEIA MAIS:

Os pesquisadores fizeram essa conexão depois de analisarem os históricos médicos de 2.684 mulheres de 40 a 65 anos que foram atendidas por especialistas para menopausa e saúde sexual nos centros de saúde feminina da Mayo Clinic em Rochester, Minnesota, e em Scottsdale, Arizona, nos Estados Unidos, entre maio de 2015 e setembro de 2019.

As participantes do estudo preencheram um questionário descrevendo seus sintomas de menopausa e os efeitos deles em sua qualidade de vida e relataram também se tiveram distúrbios durante a gestação, como pré-eclâmpsia ou hipertensão gestacional. O estudo constatou que mulheres com histórico de distúrbios de pressão arterial alta durante a gravidez reportaram sintomas de menopausa mais incômodos.

A médica Stephanie Faubion, autora líder do estudo, destaca a necessidade de outras pesquisas para entender o motivo dessa conexão com a menopausa e pede mais atenção com mulheres com históricos de distúrbios de hipertensão durante a gravidez.

“Esse estudo é um outro lembrete de que essas mulheres são diferentes. É importante que elas recebam não somente conhecimento relacionado ao que elas podem experienciar durante a menopausa, mas também que passem por exames de rotina e aconselhamento sobre como reduzir o risco de doença cardíaca”, afirmou.