Trigêmeos testam positivo para covid-19 no México, em caso inédito

Imagem de Patricia Prudente por Unsplash

Em caso inédito no México, trigêmeos recém-nascidos testam positivo para covid-19. Os médicos, que não acreditam que os bebês tenham sido infectados no nascimento, investigam a possibilidade de transmissão da doença por meio da placenta durante a gravidez.

LEIA MAIS:

Os bebês, que nasceram prematuros no dia 17 de junho, estão internados em um hospital no Estado de São Luis Potosi. Dois deles – um menino e uma menina – apresentam um quadro estável, já o segundo menino está recebendo tratamento devido a complicações respiratórias.

O caso tem intrigado a comunidade científica e foi classificado como “sem precedentes” pelas autoridades sanitárias locais. “Seria impossível que eles estivessem infectados no momento do nascimento”, disse a secretária de Estado da Saúde do México, Mónica Liliana Rangel Martínez, à BBC.

Até então, nenhum país do mundo havia detectado contágio do novo coronavírus no nascimento de múltiplos. Assim, o México é o primeiro a registrar que trigêmeos testam positivo para Covid-19.

Os pais dos trigêmeos foram testados e aguardam o resultado do exame. As autoridades consideram a possibilidade de os pais terem sido pacientes assintomáticos de Covid-19. O México registra mais de 185 mil casos de Covid-19 e 22 mil mortes desde a chegada do novo coronavírus no País, no dia 28 de fevereiro.