0

Programação infantil gratuita para o feriado de Tiradentes em São Paulo

Vai ficar na cidade no feriadão? Veja nossa seleção de eventos para curtir São Paulo com as crianças gastando pouco:

Drive-in Kids
programacao infantilO evento recria os antigos autocines, muito comuns nas décadas de 60 e 70. As crianças assistem aos filmes dentro de carros de papelão, customizados com adesivos e que podem ser levados para  casa.

As sessões acontecem das 11h às 18h, duram cerca de 20 minutos e tem capacidade para 80 crianças, cada uma.

Veja a programação completa dos filmes aqui.

Serviço
Local: Shopping JK Iguatemi – Av Pres Juscelino Kubistcheck, 2041, Itaim – Jardim JK, 3º piso
Datas: 21, 22, 23, 24, 30 de abril e 1º de maio
Horário: 11h às 18h
Duração: 20 minutos cada sessão
Capacidade: 80 crianças por sessão
Indicação: 2 a 5 anos
Gratuito – com distribuição de senhas, por ordem de chegada, sujeito a lotação

 
Oficina “No Mundo da Lua”
programacao infantil
A atividade, inspirada na animação “No Mundo da Lua”, que estreia no dia 21 de abril nos cinemas de todo o Brasil, ensinará os pequenos a produzirem móbiles do sistema solar, mochila de foguete com garrafa PET e máscara de capacete de astronauta.

A brincadeira tem como objetivo exercitar a criatividade e ensinar sobre o espaço e seus planetas. Os participantes poderão levar suas obras de arte para casa.

Serviço
Local: Shopping Frei CanecaRua Frei Caneca, 569, Cerqueira César – Piso 2
Datas: 21, 23 e 24 de abril
Horário: Sábados das 12h às 20h; domingos e feriados das 14h às 20h
Indicação: 3 a 12 anos
Gratuito

 
Fim de semana em família do Itaú Cultural
programacao infantil

O evento traz uma oficina e um espetáculo para que as crianças conheçam um pouco mais sobre o universo da dança.

A oficina Dançando Junto vai proporcionar um encontro entre as crianças e seus acompanhantes, vivenciando a dimensão dos movimentos com a mediação da dança e usando o lúdico para promover a exploração das formas que o corpo pode assumir.

Em seguida, o espetáculo Poetas da Cor, realizado pela Cia Druw, aborda a relação da cor com a luz e o pigmento na dança. Elaborada a partir de estudos realizados por profissionais que abordaram o tema nas mais diferentes linguagens, a apresentação tem amplo impacto e atinge públicos de variadas idades.

Serviço:
Local: Itaú Cultural – Av. Paulista, 149
Datas: 23 e 24 de abril
Horários:
Oficina Dançando Junto – 14h – duração 90 minutos
Gratuito – 20 vagas – inscrições com meia hora de antecedência
Espetáculo Poetas da Cor – 16h – duração de 60 minutos
Gratuito – ingressos distribuídos a partir das 14h


Show “O Mundo é Grande e Pequenino”

programacao infantil
O espetáculo é parte do segundo volume do projeto Grandes Pequeninos, de Tania Khalill e Jair Oliveira e envolve artes circenses e músicas de autoria de Jair Oliveira, compostas para estimular a comunicação e a diversão com as filhas. Diversidade, a importância dos livros, da imaginação e a , superação são alguns dos universos explorados pelas letras.

O show faz parte do programa Domingo no Pátio, do Shopping Pátio Paulista, que trará a cada mês uma programação diferente de entretenimento para toda família e que visa dar continuidade à integração do centro de compras e lazer à Avenida Paulista que, desde o final do ano passado, é aberta aos pedestres todos os domingos.

Serviço
Local: Shopping Pátio Paulista – Rua 13 de maio, 1947
Data: 24 de abril, domingo
Horário: 12h e 17h
Gratuito – sem necessidade de inscrição prévia

0

Dicas para um desfralde sem traumas

3992212052_0db9db6c3b_z.jpg

O período que vai dos dois aos três anos é uma época de grandes mudanças. Geralmente é quando a criança desenvolve muito a fala, deixa de usar o berço e larga a mamadeira e a chupeta. E é também quando acontece um dos marcos mais importantes da primeira infância: o abandono das fraldas.

Mas muita calma nessa hora. Ninguém precisa começar a tirar a fralda assim que o filho completar dois anos. Além de cada indivíduo ter o seu tempo, essa ideia difundida de que a criança precisa estar usando o penico ou o vaso sanitário logo depois de comemorar o segundo aniversário não tem respaldo científico. Muitas crianças são vão conseguir ter controle da bexiga e do esfíncter lá pelos dois anos e meio, até quase três anos.

Meus filhos estão com dois anos e quase quatro meses e ainda não começamos o desfralde. Quer dizer, eu já mostrei o penico e de vez em quando os incentivo a sentarem nele.

Também sempre peço para avisarem quando fizerem xixi e cocô. Às vezes eles avisam e até pedem para trocar a fralda. Mas ainda vou esperar que deem sinais mais concretos para começar de vez o processo.

E, quando começar, pretendo seguir essas dicas:

– Espere a criança dar os sinais para o início do desfralde. Eles são: saber quando a fralda está molhada ou com cocô; avisar quando quer fazer ou está fazendo xixi ou cocô; sentir-se incomodado com a fralda e pedir para trocá-la; e ficar com as fraldas secas por um intervalo de pelo menos duas horas durante o dia. Um desfralde mais rápido e bem sucedido acontece quando a criança avisa que quer fazer suas necessidades antes de molhar ou sujar a fralda.

– Inicie o processo quando nenhuma outra mudança ou evento possivelmente estressante esteja acontecendo na vida da família. A chegada de um irmãozinho ou uma mudança de casa ou de escola são exemplos de acontecimentos suficientes para adiar o início do desfralde.

– Mesmo antes de iniciar o desfralde, converse sempre com seu filho quando for trocar a fralda dele e explique o que está fazendo, para ele entender o que são o xixi e o cocô e o que significa estar com a fralda suja.

– Você pode começar o treinamento usando um penico ou troninho ou direto no vaso normal, usando redutores de assento. Teste o que funciona melhor na sua casa. Geralmente começar com o troninho ou penico funciona melhor, porque a criança fica mais próxima do chão e sem medo de cair.

-Quando for iniciar o processo, deixe o penico/troninho em um lugar visível e de fácil acesso à criança. Mostre que aquele objeto é dela. Deixe ela brincar com ele, sentar de roupa se quiser, até se acostumar. Você pode também usar uma boneca ou bichinho de pelúcia para ajudar, colocando-o para “fazer xixi” no troninho de vez em quando.

– Crianças imitam. Se seu filho tiver um irmão mais velho, ótimo. Deixe que ele o veja usando o penico ou o vaso. Também ajuda se os pais usarem o vaso na frente do filho e explicarem o que estão fazendo.

– Você pode fazer um desfralde gradual, deixando a criança sem fralda por alguns períodos ao dia e usando-a em saídas e passeios, por exemplo, ou tentar um processo mais “radical”, trocando a fralda de uma vez por calcinhas e cuecas. Essa segunda opção pode resultar em uma transição mais rápida, mas prepare-se para mais acidentes.

– Existem no mercado algumas calcinhas e cuecas revestidas para ajudar nesse período de transição. Elas retêm alguma umidade, então a criança não se encharca se houver acidentes. Mas ela não é tão absorvente quanto a fralda, e por isso o pequeno percebe se ficou molhado. Ainda não as testei, mas pretendo experimentar quando chegar a hora. Mostre as calcinhas e cuecas e explique para a criança que ela está crescendo e agora vai usar essas peças de “menina (o) grande”, igual à mamãe ou o papai ou o irmão (a) mais velho (a).

– Ofereça o penico várias vezes ao dia, mas não obrigue seu filho a sentar-se nele. Convide, incentive, conte histórias. Mas nunca force. Se houver resistência, tente dar um livro ou brinquedo para ele manipular enquanto estiver sentado.

– Inclua o momento do troninho na rotina, levando a criança até ele ao acordar, depois das refeições, depois das sonecas e antes de dormir.

– Se seu filho faz cocô mais ou menos no mesmo horário todos os dias, tire a fralda dele quando estiver chegando nessa hora e ofereça o penico. Se ele se recusar, ponha a fralda e tente novamente em outro momento. Se a criança já sabe quando está prestes a urinar, e avisa, aproveite esse momento para oferecer o troninho.

– Se você tem um menino, ensine-o a urinar primeiro sentado. Deixe para ensiná-lo a urinar de pé, no vaso, depois que ele já tiver aprendido a controlar bem as necessidades.

– Nunca reprima ou brigue com a criança quando houver escapes. Apenas limpe e diga que está tudo bem. Coloque na criança roupas fáceis de colocar e tirar durante o período de treinamento.

– Elogie quando a criança conseguir fazer xixi ou cocô no troninho. Você pode usar um quadro de incentivos: separe uma cartolina ou painel e dê um adesivo para a criança colocar cada vez que acertar o alvo. Quando ela conseguir juntar um determinado número de adesivos, ela ganha uma recompensa.

– Quando seu filho começar a fazer as necessidades no penico e avisá-lo quando tiver vontade, você não precisa mais levar a criança até o banheiro em intervalos regulares ou ficar lembrando-a sobre o assunto a toda hora.

– Concentre-se no desfralde diurno em um primeiro momento. Quando a criança estiver acordando com a fralda seca ou com pouco xixi, você pode começar a treiná-la para o desfralde noturno.

– Peça para a criança fazer xixi antes de deitar-se para dormir. Deixe o penico próximo da cama, caso ela precise usá-lo durante a noite. Use protetores impermeáveis debaixo do lençol para evitar que o colchão fique molhado caso haja escapes. Se houver muitos acidentes, volte a colocar a fralda durante a noite e tente de novo depois de algumas semanas.

– Tenha paciência. O desfralde noturno pode levar muito mais tempo que o diurno e se estender até os quatro ou cinco anos. Se passar disso, consulte seu médico.

– Quando a criança passar do penico/troninho para o vaso convencional, você pode usar redutores de assento para que ela se sinta mais confortável. Também é bom colocar um banquinho ou outro apoio para os pés, para que ela se sente com uma postura correta.

– Há vários livros no mercado que tratam do assunto, como “Cocô no Trono” e “Cadê meu Penico?”. Aplicativos para celular e tablet, como o “Desfraldar” (para IOs e Android), também podem ajudar.

Daqui alguns meses eu conto como foi o processo aqui em casa e digo se essas dicas realmente funcionaram, na prática.

Fontes: Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, Faculdade de Medicina Johns Hopkins (EUA) e BabyCenter

Foto: Micah Sittig

 

0

Programação infantil em São Paulo para 9 e 10 de abril

Pronto para mais um fim de semana com a criançada? Veja nossas sugestões de eventos gratuitos:

Fim de semana da família no Itaú Cultural
Itau

O evento traz duas atrações para os pequenos. Na oficina Estação de Animação, educadores vão mostrar às crianças como criar uma animação a partir de uma história própria.

O espetáculo Cabeça de Vento traz música, desenho e teatro de sombras para contar as aventuras de um menino pelo mundo. Na apresentação os espectadores participam dos rumos da narrativa, que mais parece brincadeira e é guiada por Sérgio Serrano, um dos fundadores da Companhia Ópera na Mala.

Serviço:
Oficina Estação de Animação

Dias 9 e 10, sábado e domingo
14h (duração aproximada: 60 minutos)
Entrada gratuita. Inscrições no local
Itaú Cultural – piso térreo – Av. Paulista, 149

Espetáculo Cabeça de Vento
Dias 9 e 10, sábado e domingo
16h (duração aproximada: 60 minutos)
Entrada gratuita − ingressos distribuídos a partir das 14h
Itaú Cultural – Sala Multiuso (piso 2) – Av. Paulista, 149


Domingo no pátio

O shopping Pátio Paulista estão lançando o programa “Domingo no Pátio”, que oferecerá ao público uma programação de lazer e entretenimento para a família. A ação visa integrar o estabelecimento à Avenida Paulista que, desde o final do ano passado, é aberta aos pedestres todos os domingos, das 9h às 17h.

Neste domingo o shopping promove uma sessão gratuita do flmes “A Lenda de Oz”. Os participantes ainda ganham pipoca e refrigerante.

Serviço:
10 de abril – domingo
11h
Gratuito. Inscrições pelo telefone (11) 3191-1100 ou e-mail marketingpta@shoppingpaulista.com.br.
Shopping Paulista – Rua 13 de Maio, 1947.

 

Oficina musical

Musica_sesc
O projeto Música-Experiência, do Sesc Pinheiros, abre espaço para toda a família experimentar a intervenção, a interação e a criação musical. O músico e educador Edbrass Brasil vai conduzir a brincadeira. Por meio da exploração de objetos sonoros diversos, os participantes montarão uma pequena sinfonia para uma história que será contada e sonorizada coletivamente, com sons produzidos por objetos sonoros, sons pré-gravados e sons do corpo.

Serviço:
10 de abril – domingo
13h às 14h30
Gratuito. Inscrições no dia e local. Vagas limitadas.
Sesc Pinheiros – Rua Pais Leme, 195