Prepare-se para amamentar seu bebê ainda na gravidez

5205274432_ab2c1efb51_z.jpg

O nascimento de um filho pode trazer muita insegurança para uma mulher, principalmente se ela for mãe de primeira viagem. Um dos principais motivos para essa insegurança é a amamentação. Acertar a pega da boca do bebê no seio, lidar com as dores e desconfortos nas primeiras semanas e ficar em dúvida se a quantidade de leite que a criança está mamando são alguns fatores que podem causar estresse na mãe.

Leia também:
Mitos e verdades sobre amamentação
Lugar de bebê é no chão

Para te ajudar a se preparar melhor para lidar com esse momento maravilhoso, mas muito desafiador e difícil, preparamos algumas dicas de coisas para fazer antes do bebê nascer. Lembrando que, entre 1 e 7 de agosto, se comemora a Semana Mundial de Aleitamento Materno.

1 – Marque uma consulta e converse com um pediatra ANTES do bebê nascer, para tirar suas dúvidas sobre amamentação. Por volta da 32ª semana é um bom momento. É bacana também procurar um profissional especializado em aleitamento materno, como uma enfermeira da área. Bancos de leite e maternidades da sua região podem indicar pessoas.

2 – Antes de decidir onde você vai ter seu filho, procure saber se a maternidade é amiga da amamentação, ou seja, se permite que o bebê fique junto com a mãe durante a internação e se seus profissionais orientam as mães a respeito do aleitamento. Procure saber se os médicos permitem e incentivam a amamentação na primeira hora de nascimento do bebê, o que é importante para a descida do leite e para fortalecer o vínculo afetivo com a mãe.

3 – Se você tiver mamilos planos ou invertidos e alguém te disser que você não vai conseguir amamentar por causa disso, fuja dessa pessoa. Existem no mercado conchas especiais que ajudam a formar o bico do seio. Além disso, a pega correta pressupõe que o bebê abocanhe a aréola toda, não só o mamilo (aliás, se ele pegar só o mamilo, vai doer bastante). Então não ter um mamilo saliente não vai impedir a amamentação.

4 – Se você quiser e tiver um espaço para isso, pode tomar sol nos seios durante a gestação. Isso ajuda a fortalecer a pele dos mamilos. Evite o período entre 11h e 16h.

5 – Procure vídeos no YouTube que mostrem como é a pega correta do bebê no seio. Uma das orientações é segurar o peito formando um “C”, ajudando a criança a abocanhar o mamilo e grande parte da aréola. Outra dica é aprender a fazer a ordenha manual quando o peito está muito cheio, para fazer a pega. É importante aprender essas técnicas antes do parto. Veja como é a ordenha:


6 – Quando for planejar o quarto do bebê, pense se você vai ter um lugar confortável para amamentar. Algumas acham que uma poltrona de amamentação é um trambolho dispensável, outras pensam ser um móvel fundamental. Eu, particularmente, usei muito minha poltrona. Principalmente nas primeiras semanas/meses, você vai precisar de um lugar bastante confortável para amamentar. Primeiro porque ainda está pegando o jeito, segundo porque você vai passar muitas horas do dia e da noite fazendo isso (depois a gente se acostuma a amamentar no sofá, na cama, de pé, de qualquer jeito). A poltrona ajuda muito por dar apoio aos braços da mãe. Também vale a pena comprar uma almofada de amamentação, que mais para frente também pode servir para ajudar a apoiar as costas do bebê no chão, quando ele estiver aprendendo a sentar.

Fontes: Luciana Herrero, pediatra; Cartilha de Amamentação Fraldas Capricho

Foto: Al van Akker88x31 (2)

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s